sábado, 11 de fevereiro de 2012

Capitonê Mil



Encontrei esse ponto em uma almofada, e decifrá-lo foi uma xarada. É que como ele é traçado só para um lado, acontece um desvio, e o trabalho fica torto. É necessário fazer uma compensação ( balança, equilibrio) para que consigamos um quadrado.


Tive que fazer a quantidade necessária para uma almofada de 40 cm quadrados, para ter certeza que o desvio padrão que eu calculara estava correto.


Aqui está o avesso, com todos os riscos e sem recortar, para entenderem o porque do gráfico ter as variações que coloquei...
Como o ponto faz a diagonal apenas para um lado ( quem já bordou alguma sabe que os pontos variam, ora para um lado, ora para outro lado)
Então para contornar este desvio fiz uma compensação: a quantia que puxa para um lado, jogo para o outro.

Calculei o desvio de um ponto para cada carreira; como usei quadrados de 2 cm, e o ponto é uma reta e uma diagonal, este desvio será de 4 cm a cada carreira bordada, aproximadamente.
Logo o gráfico terá um afastamento de 4 cm à cada carreira de pontos bordados no início, e para compensar, essa quantia será aumentada no final dessa carreira:






Usei o ponto com variações: uma carreira, intervalo de 6 cm, uma carreira, intervalo de 2 cm , uma carreira, intervalo de 6 cm, assim sucessivamente. Mas é claro que vocês irão descobrir outras maneiras de usá-lo.




No total desse gráfico estão 56 quadrados de 2 cm = 112 cm, mais as margens +- 120 cm. ( largura) e 60 cm de comprimento. Para uma almofada quadrada de 40 cm.
O teste que deu certo só o pontinho:


fonte:tempodeviverbem.blogspot.com

2 comentários:

arlete duarte disse...

a dorei esta almofada ponto mil.mais ñ entendi pq 2 graficos,me esclareça por favor!bjs

Roseane Freitas disse...

Arlete,esse trabalho não é meu ,e ainda não tive tempo para testa-lo,mas os gráficos são feitos para que o trabalho não fique torto.Obrigada por acessar meu blog.